Dá pra aprender música sozinho pela internet?

Vimos a tecnologia avançar nos últimos anos em todas as áreas, inclusive na educação. Mas não podemos negar que 2020 foi o ano de utilizá-la na marra! Chega a ser monstruosa a disponibilidade de cursos prontos, daqueles que você compra acesso vitalício e assiste quando e quantas vezes quiser.

Com valores muitas vezes irresistíveis, eles valem a pena?


Depende!


Podemos listar dois principais benefícios vendidos:


- Valores abaixo do mercado, em muitos casos gratuitos

- Flexibilidade de horários


Porém, se você não for uma das pessoas mais dedicadas e regradas com planejamentos e horários, tudo isso cai por terra. Estudar música necessita de prática e constância. Se você não consegue se adaptar ou se cobrar sozinho para esse tipo de atividade, você provavelmente jogará seu dinheiro fora. Imagine ao invés de se matricular em uma academia, comprar um curso de ginástica online e assistir/praticar as aulas apenas quando sobrar um tempinho ou quando der vontade. Você consegue prever os resultados? Nem precisamos dizer que o barato sai caro aqui, né?


Mas claro, se você for dedicado e principalmente organizado, um bom curso online poderá te ajudar. Mas não espere milagres, explico a seguir.


Vamos utilizar o exemplo da academia novamente. Ao invés de se matricular e realizar as suas atividades com um instrutor, você decide seguir exercícios pré-gravados de um curso. Legal, mas e se você realizar uma atividade de maneira errada, quem irá te corrigir? Pode ser perigoso para a sua saúde, não?


A mesma coisa acontece com a música. Muitas vezes aprender uma técnica, um conceito ou reproduzir um conteúdo é algo fácil de ser feito sem contato direto com um professor. Mas nosso principal papel no seu aprendizado dificilmente será realizado através de um curso pronto, pré-gravado. Estamos falando do acompanhamento e desenvolvimento do aprendizado. Um professor acompanhando periodicamente poderá te auxiliar da melhor maneira, planejando os caminhos a serem percorridos em função do seu desenvolvimento atual. Isso inclui o equilíbrio de atividades em aula, correção de possíveis erros técnicos como postura, execução. Além da construção de repertório conforme a necessidade do seu aprendizado.


Se você busca aprender novos conceitos ou resolver alguns assuntos mais técnicos, muitos cursos online são válidos. Que professor aqui nunca utilizou a internet para aprender algo novo e repassar ao seu aluno? Mas se você deseja ter uma experiência musical completa, que respeita o seu desenvolvimento de aprendizado, que se adapta às suas necessidades e te acompanha progressivamente, buscando o melhor (e provavelmente mais rápido) resultado, a aula de música com um professor ou uma escola é sim, ainda, a melhor opção.